Início > Uncategorized > Prestes a dar à luz, Maria Rita assume seu lado mulherzinha e revela ser louca por sapatos

Prestes a dar à luz, Maria Rita assume seu lado mulherzinha e revela ser louca por sapatos

RIO — No começo da carreira, Maria Rita sempre optava por roupas escuras e largas nas suas apresentações ao vivo. Tudo por timidez e também para não desviar o foco da música. Com o sucesso de seu álbum de estreia, lançado em 2003, ela ficou mais à vontade e foi perdendo o medo das estampas — como as do longo criado por Adriana Barra, na foto acima. Cores e decotes, que não tinham vez, viraram itens obrigatórios no closet da cantora, grávida de seu segundo filho, fruto da relação com o músico Davi Moraes.

 maria rita gravida

No guarda-roupa não faltam peças das grifes Espaço Fashion, Pedro Lourenço, André Lima, Gilda Midani, Issa, Bo.Bô, Marc Jacobs, Diane von Furstenberg e Roberto Cavalli – este para um momento mais “divônico”, como a musa da MPB gosta de brincar.

– Adoro moda desde adolescente. Lia revistas e ficava encantada com aquele universo, com a vaidade, com a desenvoltura. Principalmente porque eu era muito, muito tímida e bem acima do peso “ideal”. Quando morei em Nova York, entendi a moda como uma forma de identificação e expressão cultural – explica Maria Rita, que encomenda seus looks de palco ao estilista Fause Haten.

– Ele entende minhas intenções, saca minhas inquietações e traduz com uma elegância ímpar tudo isso. O acabamento do Fause é inacreditável. Exploramos tecidos, comprimentos, cores e brilhos. A gente se diverte horrores – diz a cantora, que tem o blazer como peça-chave.

O atual modelo queridinho – um preto com forro de cetim e estampa de onça –, aliás, foi comprado ano passado e Maria Rita costuma usá-lo com a manga estrategicamente dobrada, para deixar o print aparente. Para turbinar a produção, ela recorre a acessórios poderosos. Como Carrie Bradshaw, personagem imortalizada pela atriz Sarah Jessica Parker na franquia “Sex and the City”, a estrela tem uma quedinha por bolsas e, principalmente, sapatos.

– Quando faço show fora do Brasil, entro na internet e fico que nem criança procurando as novidades e os endereços das lojas. Meu pezinho 35 se adapta bem aos calçados das grifes Miu Miu e Christian Louboutin. Também estou mergulhando de cabeça nos modelos da Schutz – entrega Maria Rita, fã de carteirinha das bolsas da etiqueta francesa Chloé.

Beleza também é assunto importante

Ao longo da carreira, Maria Rita não mudou somente o estilo de suas roupas. Aos 35 anos, a cantora também está mais vaidosa. Os fios escuros e desgrenhados parecem ter ficado definitivamente no passado. Inquieta, a moça, completamente desapegada de seu cabelo, procurou o cabeleireiro Mauro Freire em 2006 para fazer uma mudança radical.

– Mauro achou graça no dia que cheguei no salão dizendo que estava cansada de mim mesma, com aquela madeixa na altura dos ombros e escura. Pedi para clarear e ele concordou na hora – conta Maria Rita. Até aquele momento, ela revela que seus cabelos nunca tinham sido tingidos. – A partir dali, fui curtindo o cabelão com os cachos bagunçados e aquela cor “férias na praia” e acabei deixando crescer. Mas cansei de novo: estava com cara de pós-chuva. Já cortei curto novamente e, por pouco, não optei pelo estilo joãozinho – completa.

Mas está muito enganado quem pensa que a cantora dispõe de um séquito para zelar por seu visual. Durante a turnê “Redescobrir”, ela contou apenas com o maquiador Fábio Nogueira.

– Queria um look muito específico que eu mesma não conseguiria reproduzir sozinha. Sou péssima em arrumar meu próprio cabelo – aponta Maria Rita, que teve de lidar com as mudanças constantes de manequim nos últimos meses por conta de sua segunda gestação. A boa forma, inclusive, é um dos assuntos que vem preocupando a intérprete, que detesta academias.

– Na gravidez, me preocupei bastante com o peso, principalmente por entender que um sobrepeso descontrolado oferece perigo para a criança. Engordei um pouco mais do que eu planejava – provavelmente por causa da retenção de líquido, que eu não esperava – e sei também que vou demorar a voltar ao meu peso ideal. Mas está tudo certo. Minha esteira e meus fones de ouvido que me aguardem – diverte-se.

Antes da licença-maternidade, Maria Rita cumpria uma agenda de oito shows mensais, além de reuniões intermináveis para decidir detalhes técnicos do novo álbum e DVD, que acabam de chegar às lojas, repletos de canções que fizeram sucesso na voz de sua mãe, a cantora Elis Regina, morta em 1982.

– Eu sempre tive o desejo de cantar as músicas de minha mãe, mas a questão do momento certo era o que imperava. No início da minha carreira, não fazia sentido algum cantá-las. Eu precisava estabelecer meu espaço, encontrar minha turma, me mostrar intérprete, e não filha que canta – encerra Maria Rita.

Leia mais sobre esse assunto em http://ela.oglobo.globo.com/vida/prestes-dar-luz-maria-rita-assume-seu-lado-mulherzinha-revela-ser-louca-por-sapatos-6867548#ixzz2DokLulyY
Copyright © 2012 O Globo S.A.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: