Início > Uncategorized > “Voz e piano: Maria Rita na Miranda” ou “Rio eu gosto de você…”

“Voz e piano: Maria Rita na Miranda” ou “Rio eu gosto de você…”

Por Wesley Mesquita (10.Março.2013)

“Sinto que teus braços se cruzaram em minhas costas. Desaparecem as palavras…” (Mas agora eu preciso buscá-las, porque recebi o pedido inegável de uma amiga muito querida: escrever como foi a volta de Maria Rita aos palcos – voces sabem que eu não costumo escrever sobre, por achar uma tarefa difícil – aqui a faço no bloco de notas do iPhone, voltando pra São Paulo, secando lágrimas de felicidade, e ouvindo um “Ra-ta-ta!!!” em “Pagu”… – Mas pensando bem, seria um exercicio muito bom, mas não faço ideia de quantos textos eu ja teria, afinal, ja perdi a conta de quantos shows eu fui…) Mas voltando: foi exatamente nesse trecho de “Me Deixas Louca” que eu pensei quando ela me apertou num abraço demorado, enquanto eu me segurava pra não pagar de fã manteiga e desabar de chorar ali, na frente dela. O choro veio minutos depois no táxi (e minutos antes, em “Romaria”). Mas o do taxi foi um choro de alegria… De realidade. De satisfação. Da sensação de “toma, saudade intrusa!!! 10 pra mim e Maria, e 0 pra voce!!!” – OK que agora, horas depois do show, a saudade ja achou um espaço novamente no meu peito… Que será sempre dela. Delas.

Há dez anos eu tento, entender, escrever e explicar algumas coisas dessa vida mariana (ou maricótica, como voces preferirem), do tipo: Ela é real? É a voz dela que cura e nos dá tantas respostas e emoçõees? Ela tem, pelo menos, uma leve ideia do quanto eu a amo – e tantas outras pessoas tambem, de varias partes do mundo – e que eu, e essas outras milhares e milhões de pessoas passamos o dia vendo suas fotos nas telas bloqueadas dos nossos celulares, no desktop, ouvindo sua Musica no caminho do trabalho, e na volta da faculdade, esperando que ela apareça no twitter, assistindo aos videos no YouTube, e todo o resto…? A resposta pra tudo isso é sim! Sim…!!! E SIM. É um amor essa menina, essa menina é o meu amor…

– Ta bem, querido? E como vai a faculdade?
– Rock n’ Roll…
– Puxado, né?
– Muito! Quase reta final…
– O QUE?! AHN?! MAS COMO ASSSSSIM?! – Ela se vira pras outras pessoas ali no camarim (produtores, a Cris – minha mãe do coração, e que finalmente conseguimos tirar foto juntos à MR…!!! Viva!!! – e na porta os próximos fãs, entre eles a fofa, a fofona, e a tia fofa) da Miranda (RJ) e continua: Gente!!! Conheci esse menino ele era pequeno…

Imagem

Nossa conversa depois do show foi uma das coisas que mais me marcou, por uma alegria imensa de vê-la um dia depois do dia internacional da mulher, toda alegre, sorridente, linda (e muito cheirosa!) na sua volta aos palcos – depois de um show voz e piano tão perfeito, com músicas tão bem escolhidas, e que eu ja estava com saudade de ouvir… Foram músicas do Maria Rita, Segundo, Elo e Redescobrir – começando com o clássico dela, “Encontros e Despedidas” e encerrando depois de um bis (pedido de pé pela plateia inebriada) do classico “Mucuripe”, de sua mãe – que MR só cantou no Altas Horas, no Ceará – e ontem, ou seja: um total de únicas 3 vezes, rsss). Ela, mais diva (Sim!!! Pasmem: to chamando de diva. D-I-V-A!!! Por que se aquela mulher poderotha no palco não é uma diva, porraaaannn…) impossível. Uma diva corajosa, artista única, intérprete… Rainha daquele palco, e dona da voz mais perfeita – nunca vi nada parecido, ou que chegue aos pés ao vivo e a cores, e digo isso sem puxasaquismo, juro… A voz afinadissima, limpa, suave e dominadora ao mesmo tempo, que brincou com as palavras, com os vocais, cás’ músicas… (E vamos combinar aue a acústica da Miranda deixou o falecido CitiBank Hall paulistano no chinelo…). Aquela voz que percorria sem medo a Miranda, mostrando que é, pois é, tem gente que chega pra ficar, mesmo. Tecla SAP: “EU VOLTEI (…) PORQUE AQUI É O MEU LUGAR!!!”

Aquele pedestal. Aquela rosa. Aquela voz. Aqueles belos sapatos (hahahahaha!) Que saudade de tudo isso. Não senti falta de nenhuma música, por nao ter visto absolutamente nada do show da noite anterior, e não ter criado expectativa quanto a isso, afinal, os shows da Maria Rita são sempre perfeitos, e o repertório… Ahhhh! Isso ela sabe escolher como ninguém… Foram 13 cançôes mágicas. Bem arranjadas e tudo mais. Tiago Costa, é, sem dúvida, um monstro, uma fera… de ouro! Então, se segura na cadeira, e imagina (e assiste também aê, ô!!! Tamo de volta ao tal do YouTube!!! E pega a olhadinha dela pra mim em “Lily Braun” – affff quanto amor essa música!!!):

Encontros e Despedidas, Agora Só Falta Você,  Caminho das Águas, Só de Você,Cara ValenteNão Vale a Pena, A História de Lily Braun, Me Deixas Louca, Águas de Março, Vou Deitar e Rolar, Romaria, O Bebado e a Equilibrista, Madalena, Mucuripe.

Vou confessar duas coisas: Ainda não tinha ido ao Rio para um show dela (na epoca do Samba Meu a tchurma faltava me matar por isso… Mas voces sabem, eu era – ainda sou!!! Hahahah – um baby), mas sempre tive vontade. E sempre tive vontade também de assistir a um show voz e piano. Até então, que eu me lembre, ela só o fez em shows fechados (que eu nao consegui entrar… saudades Elo! Hahaha). Resumo e resultado: FODA. Tudo foda. Obrigado Miranda, por pensarem na Maria Rita para comemorar um ano da casa! (Olha, eu até amaria vocês tudo’… não fossem aqueles garçons que passaram durante o show… E voces garantiram, no flyer pós compra, que isso não aconteceria… Que absurdo!!!)

Pena que (por hora) esse show não vira turnê. E acredito que não vire mesmo; Ela retorna agora com o Redescobrir – e ja foi confirmado o do dia das mães em Porto Alegre, me disse o produtor…  E ATE LA, BORA COMEMORAR O PLATINA DO REDESCOBRIR AEEEE, BACANUDOS!!!

Então, vocês já sabem: Ela voltou. Nossa maior cantora… Mais linda… Mais poderotha… (se é que é possível). Nosso amor. Nossa Maria Rita de sempre. Do jeito Maria Rita, que só quem é fã mesmo pode entender.

– Até breve, Maria!
– Até breve, Wes… (Leia: “Wéix”, com a voz mais doce, linda e perfeita que você puder…)

PS: Rio, até breve também. Amigos: prometo voltar com calma, foi tudo corrido… Me perdoem?
PPS: Rio, dá jeito nessa máfia cretina e infernal dos taxistas… Santo D’us, minha Nossa Senhora, viu!!! (E um abraço aos que tentaram me enrolar, mas não sabiam que eu tinha GPS no iPhone!)
PPS2: MR, querida, finalmente entendi porque você se mudou de São Paulo… Tá perdoada. (Mas se quiser voltar, opa!!!)

Anúncios
  1. Adolfo Alencar
    11 de março de 2013 às 1:19 pm

    A emoção que o Wesley passa nessas palavras é impressionante. “Uma diva corajosa, artista única, intérprete… Rainha daquele palco, e dona da voz mais perfeita(…)” A vontade de ver essa diva brilhar novamente em palcos Recifenses só aumenta…
    E gente, MDL estilo voz e piano é de rasgar a alma! Se só no vídeo as lágrimas rolaram, imagina ao vivo??? Noussa!!! Mas enfim, que bom que a MR tá de volta! E, diga-se de passagem, que charme, que elegância!!! Puts!! E que venham os próximos shows!

  2. 14 de março de 2013 às 3:43 pm

    Maria Rita linda! que uau Wes essa foto bjos Ale

  3. 19 de março de 2013 às 6:22 pm

    Wes, vc espelha o que todos nós sentimos.Vc nos representa e bem!Em cada cantinho desse Brasil deve ter um espirito de bacanudo que se sente (bem) representado por vc.Aqui, do interior do RJ, corre uma lágrimade uma bacanuda que se encanta e consegue sentir cada palavra descrita desse fã.
    Que bom que ela voltou, que bom que ela existe.Por hora, a tenho nos fones do meu ouvido, no carro, em casa…esperando a oportunidade de (re)vê-la em breve.

  1. 16 de março de 2013 às 2:03 pm
  2. 26 de dezembro de 2013 às 4:29 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: