Archive

Posts Tagged ‘fãs’

#CABespecial | Making of – Parte 1

19 de março de 2015 Deixe um comentário

O primeiro trecho do making of do CD+DVD “Coração a Batucar Edição Especial” da Maria Rita é uma homenagem aos Bacanudos!

Feliz dia do fã, bacanudo!

18 de março de 2015 Deixe um comentário

Maria Rita e fãs - fã clube

Nós do Portal Maria Rita desejos a TODOS os bacanudos um feliz dia do fã! E que a gente possa se encontrar em muitos e muitos e muitos e muitos outros palcos da vida, celebrando a arte da nossa cantora tão amada! Beijos, Wesley/PMR

 

CAB | Uma artista do tamanho da grandeza dos fãs

C-FL

Fonte: O Tempo
Nem bem chegou às lojas e “Coração a Batucar” já foi ovacionado pela legião de fãs que Maria Rita conquistou desde que decidiu soltar a voz, no início dos anos 2000. Na página oficial da artista no Facebook, com mais de um milhão de seguidores, o clima é de festa. Afinal, poucas horas depois de disponibilizar o álbum no iTunes, ela foi alçada ao primeiro lugar com aquele empurrãozinho da cultura de likes e compartilhamentos.
 “Eu anunciei que o disco estaria disponível na loja virtual nos meus perfis na internet. Quando me dei conta, estava atrás da Shakira, em segundo lugar. Aí fiz uma brincadeirinha no meu instagram com a hashtag #tecuidashakira. E não é que hoje (ontem) de manhã, em menos de 12 horas, eu estava em primeiro lugar? Eu sempre me surpreendo com esse carinho, essa receptividade. Tenho muita gratidão por quem admira meu trabalho”, diz.

Energia. Maria Rita conta que faz uma espécie de exercício quando está no palco e, em diversos momentos, flerta com sua plateia para captar sensações de quem comprou o disco, memorizou as músicas, pagou o ingresso, correu para chegar pontualmente naquela apresentação.

“É engraçado que eu nem tinha planos de virar cantora e me lembro de uma conversa com o meu pai sobre a importância de se relacionar com o público. Ele falou de uma maneira tão bonita e poética que me marcou para sempre. Eu gosto da espontaneidade dessa relação. Por isso, faço essas observações durante os shows. Fico tomada por uma emoção genuína e espontânea, é uma conexão forte. Eu jogo as minhas músicas para o mundo e ele a absorve das mais diversas maneiras”, diz.

“Coração a Batucar” vai chegar às lojas, com um pequeno atraso causado pela fábrica, no dia 12 de abril. Em maio, a cantora já tem pelo menos dez espetáculos agendados. O ritmo será interrompido pela Copa do Mundo. “Esse é um ano bem atípico né? Estamos trabalhando com muita dedicação, porém com esses limites”, explica.

Para Maria Rita, é um desejo grande de que o máximo de cidades sejam contempladas. “No meu mundo ideal, eu me apresentaria em cada canto onde existam seguidores tão queridos”, diz. E Belo Horizonte tem um lugar cativo, de acordo com ela. “Na última vez que me apresentei na cidade, não conseguia cantar. A plateia cantou, me carregou no colo, fez um show mais completo do que o meu. É um encontro que dá sempre um gás e uma troca boa de energia”, completa.

Espaço do Fã também no Facebook!

5 de agosto de 2012 3 comentários

Quem lembra do “Espaço do Fã“?

Vamos montar um album especial no facebook! Envie seu material/foto: portalmr@hotmail.com | Fotos da sua coleção, autografos, fotos com a MR, tatuagens e etc! Mandem pra gente, valeu! Abraços, Wesley M.

9 de setembro é… #DiaDeMaria

9 de setembro de 2011 4 comentários

Hoje é aniversário da cantora mais charmosa e talentosa do Brasil! Como de costume, nós do Portal Maria Rita preparamos um vídeo (que termina de subir nesta tarde de sexta-feira pro YouTube – porque é grande o arquivo…), com uma homenagem imperdível.A cantora passou pelo twitter, através do aplicativo Instagram e postou uma foto comemorando a versão “3.4”. Confira!

No twitter, fãs se mobilizam desde a meia-noite para colocar a hashtag nas Trends (TTbr) #DiaDeMaria. Junte-se nessa!

‘Não imito ninguém, mas, se fosse o caso, só eu poderia imitá-la

6 de maio de 2011 2 comentários

Fonte: O GLOBO

https://i1.wp.com/oglobo.globo.com/fotos/2011/05/03/03_MHB_mariarita.jpg

‘Não imito ninguém, mas, se fosse o caso, só eu poderia imitá-la’, diz Maria Rita sobre a mãe, Elis Regina 04/05 às 10h39 Marina Cohen

Maria Rita com o conselho jovem da Mega Em nosso primeiro encontro com o atual Conselho Jovem, fizemos a pergunta básica: quem gostariam de entrevistar? A resposta veio em uníssono: Maria Rita! Pouco tempo depois, anunciou-se o show da cantora para este sábado (dia 7), no Citibank Hall (meia entre R$ 40 e R$ 65). Era a deixa que buscávamos. Confira o que rolou no papo.

GABRIEL GORINI: Sempre quis ser cantora? MARIA RITA: A música sempre esteve no meu dia a dia, mas aprendi a respeitá-la. Meu pai (o músico César Camargo Mariano) dizia que música tinha “M” maiúsculo. Para nós, ela era a comida e a casa. Não dava para eu sair cantando só por achar legal. Precisei ter certeza de que nada mais me completaria.

VINÍCIUS BARROZO: No Twitter (@MROFICIAL) você tem 300 mil seguidores. Se sente próxima dos fãs? MARIA RITA: Já estive mais envolvida com o Twitter, mas me sentia num serviço de atendimento ao consumidor. A proximidade com os fãs acalma os ânimos. Mas me policio, porque meu foco é a arte, não a fama. Me incomoda as pessoas quererem saber do meu filho.

JÉSSICA MENDONÇA: Como encara as comparações com sua mãe, Elis Regina? MARIA RITA: A agressividade das pessoas ao falar disso me chateia. Antes eu ouvia calada, mas hoje, com 10 anos de carreira, respondo à altura. Como assim vai me chamar de “imitadora oficial da Elis Regina”? Não imito ninguém, mas, se fosse o caso, só eu poderia imitá-la. Maria Rita: ela contou que era gordinha e CDF

JÉSSICA MENDONÇA: Você foi morar nos EUA aos 16 anos para fugir disso? MARIA RITA: Meu pai quis explorar possibilidades profissionais, e eu aproveitei para me compreender no mundo sem a sombra da mamãe. Ser filha da Elis Regina tem seu lado negativo. Na época, não sabia afirmar se alguém era meu amigo ou amigo da filha dela.

O GLOBO: O projeto Redescobrindo Elis, programado para 2012, terá cinco shows seus cantando o repertório dela… MARIA RITA: Não é certo que vai rolar. Eu e meu irmão João Marcelo temos há muito tempo a vontade de fazer uma homenagem, pois temos a dívida de perpetuar o nome dela. Mas não sei se meu coração aguenta!

ROBERTA THOMAZ: Como foi a Maria Rita adolescente? MARIA RITA: CDF e insegura. Era gordinha, tinha cabelo feio e usava óculos enormes. Estudava muito e saía pouco.

JÉSSICA LOPES: Você fez seu primeiro ensaio sensual para a revista “Alfa” de março. Por que aceitou? MARIA RITA: Eles me deram liberdade de escolher o fotógrafo, Hugo Prata. Foi um desafio. Num momento tive que pedir para esvaziarem o local. Mas o ensaio foi mais ousado do que apareceu na revista. Devem estar achando que eu sou careta!

VINÍCIUS: Como vai ser o show do Rio, no dia 7? MARIA RITA: Vou tocar os três CDs e mais um pouco. Será a oportunidade de mostrar músicas que eu gosto de cantarolar, como “Nem um dia”, do Djavan.

LAURA TARDIN: Quando você canta, é para alguém? Ou faz pela arte? MARIA RITA: Sempre fiz só pela arte, até a turnê de “Samba Meu”, quando comecei a perceber a música chegando ao público. A responsabilidade pesou. As pessoas economizam dinheiro, colocam perfume, tudo para me ver cantar.

O GLOBO: Nos últimos cinco anos, muitas cantoras surgiram. O que é preciso para se manter em cena? MARIA RITA: Dedicação e pé no chão. Tem que ter noção de que nada está garantido, por isso, em casa, não tenho troféus (são seis Grammys Latinos) à vista. Desta safra, gosto da Roberta Sá.